>

Contém glúten: como saber?

7 de fevereiro de 2023

Determinar se uma comida contém glúten pode ser desafiador, especialmente se você não está familiarizado com os ingredientes comuns que contêm glúten.

Primeiro de tudo: glúten não faz mal à saúde.

O glúten faz mal apenas para as pessoas que têm uma doença autoimune chamada doença celíaca, que têm intolerância não-celíaca ao glúten ou alergia à farinha. Ele não faz mal, não engorda e não é inflamatório, como algumas pessoas insistem em dizer por aí. Dizer que o glúten faz mal pra todos é a mesma coisa que dizer que ninguém deveria comer amendoim porque algumas pessoas são alérgicas a ele. Não faz sentido!

Os pães e outras preparações que contêm glúten fazem parte da dieta humana há mais de dez mil anos – evidências recentes apontam que o ser humano já faz pão há cerca de 14 mil anos. Nosso sistema digestivo está mais do que adaptado e capaz de digerir as proteínas do glúten sem problema. As pessoas que têm doença celíaca ou intolerantes são a minoria (cerca de 1% da população mundial é celíaca), e adaptações cuidadosas precisam ser feitas para a alimentação delas, mas a maioria das pessoas não tem motivo nenhum para retirar o glúten da sua dieta. Cuidado com promessas milagrosas de métodos sem comprovação científica, vindos de pessoas que querem apenas vender algo pra você.

O glúten pode fazer mal em apenas três casos. Em todos eles para ter certeza você precisa consultar um médico ou profissional da saúde especializado para fazer o exame adequado e ter o diagnóstico correto. Fale com seu médico!



Tipos de Problemas com Glúten

sliced bread on gray surface
Photo by Mariana Kurnyk on Pexels.com
1) Doença celíaca

Doença Celíaca, e atinge cerca de 1 a 2% da população geral. É uma doença autoimune que se desenvolve em pessoas com predisposição genética a partir do consumo de cereais que contêm o glúten em sua composição.

Nesse caso, o contato das células do intestino delgado com o composto de proteínas provoca sintomas gastrointestinais, como: diarréia, constipação, vômitos. Além de desnutrição, pela diminuição da absorção de nutrientes, e consequências metabólicas e para a qualidade de vida. Existe um exame para detectar a doença celíaca e ele deve ser feito o quanto antes no caso de desconfiança – consulte um médico gastroenterologista!

Esses sintomas desaparecem quando a pessoa que sofre com a Doença Celíaca não consome alimentos que contêm glúten, e portanto, recomenda-se uma alimentação livre de glúten para esses casos.

2) Sensibilidade ao glúten não celíaca

sensibilidade ao glúten não celíaca (conhecida por intolerância ao glúten) é um outro caso em que o consumo de glúten faz mal. Os sintomas são muito parecidos com aqueles da Doença Celíaca, mas aqui não existe uma ação autoimune. Muito ainda precisa ser estudado, porém percebe-se que a retirada do glúten da alimentação cessa os sintomas.

3) Alergia ao Trigo

Além dessas duas situações, temos a alergia ao trigo. O contato com as proteínas deste grão provocam uma reação alérgica e uma inflamação que gera os sintomas gastrointestinais. A retirada do trigo da alimentação, cereal rico em glúten, interrompe a alergia e os sintomas.

Informações de: https://sophiederam.com/br/comer-saudavel/gluten-faz-mal


O que é o glúten?

O glúten é uma combinação de proteínas que quando adicionadas de água e ação mecânica (“sovar”) forma essa rede que pode causar sensibilidade em algumas pessoas. Essas proteínas são encontradas no trigo, cevada e centeio, bem como em todos os alimentos derivados desses grãos, e também normalmente na aveia por contaminação cruzada ou pela sensibilidade à avenina, uma proteína da aveia que é parecida com uma das proteínas da farinha.

Para saber mais sobre pães e farinha leia os posts abaixo da Série Ingredientes:

A maneira mais confiável de saber se uma comida contém glúten é verificar a lista de ingredientes. Alimentos que contêm trigo, cevada ou centeio, como pão, macarrão, biscoitos, bolos e outros produtos de panificação, normalmente contêm glúten. Além disso, é importante verificar se a comida contém ingredientes como farinha de trigo, farinha de centeio, farinha de cevada ou maltodextrina feita de cevada.

Leia sempre os rótulos!

contém glúten

Sempre procure o alerta contém glúten ou não contém glúten no rótulo do produto – esta informação é obrigatória desde 1992 em alimentos industrializados no Brasil e qualquer fábrica que possua possibilidade de contaminação cruzada tem que ter o alerta – afinal, a farinha de trigo é um pó fino que pode ficar disperso no ar e inclusive estar em roupas e calçados dos funcionários do local.

O motivo de alguns produtos que não têm farinha na composição – como molhos e outras preparações sem farinha – terem o alerta de contém glúten é justamente pela contaminação cruzada no local de fabricação.

Estas regras estão na RDC 26/15 da ANVISA, que regulamentam a rotulagem de alimentos industrializados que possam ter componentes alergênicos. Você pode consultar a resolução aqui:

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2015/rdc0026_26_06_2015.pdf

O que fazer?

Se você tem doença celíaca, intolerância diagnosticada ou alergia à farinha é importante conversar com seu médico ou nutricionista para obter aconselhamento específico sobre como evitar o glúten em sua dieta. No caso dos intolerantes é provável que alimentos que apenas tenham contaminação cruzada não façam mal – mas cada um tem de saber suas limitações e fazer escolhas responsáveis de acordo. Uma dieta saudável e equilibrada é possível mesmo se você tiver que evitar o glúten.

Se você não tem nenhuma dessas coisas não precisa se preocupar. Pode continuar comendo seu pãozinho, macarrão e outras coisas com glúten sem problemas, e nada de ficar com medo de comida só porque tem gente por aí que fica tentando inventar problemas pra vender a solução.

Em resumo, saber se uma comida contém glúten envolve verificar a lista de ingredientes, procurar rótulos que afirmem que o alimento não contém glúten. e conversar com um médico ou nutricionista. Essas medidas ajudarão a garantir que você mantenha uma dieta saudável e segura, especialmente se tiver uma sensibilidade ou intolerância ao glúten!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
©2023 Caramelodrama • Carolina Garofani. Todos os direitos reservados
Close